BaresCerveja ArtesanalchurrascoNegóciosNatal, Ano Novo, dietas e cerveja combinam?

16 de dezembro de 2019by Zehn Bier0

O fim do ano batendo à porta e as comemorações se multiplicando. É na empresa, na academia, a dos colegas de faculdade, etc…

Conheça receitas de Natal para harmonizar com cerveja artesanal aqui!

E vem Natal e Reveillon!  Festa pede bebida alcoólica.

E daí? Como fica a dieta?

A cerveja, preferência nacional, gelada e refrescante, engorda? Sim. Tudo em excesso engorda.

A melhor dieta é aquela que pode ser mantida no longo prazo.

Não é realista eliminar o consumo de álcool e isso pode levar a dieta ao fracasso.

Então, como garantir um fim de ano agradável bebendo o que dá prazer? Talvez não seja preciso se privar de beber cerveja para não se sentir culpado. A cerveja se for apreciada, só nos dias de festa, não prejudica sua dieta. Uma lata de cerveja tem em média 130 calorias, o que é pouco para quem faz dieta todos os dias. O excesso pode ser prejudicial e ele é que deve ser evitado. Sabendo disso, prepare-se para o Natal e Reveillon e busque ter uma alimentação leve no dia.  Escolha consumir uma salada, frutas e grelhados para poder apreciar sua bebida na festa.

Acesse aqui e descubra o copo ideal para consumir a sua cerveja artesanal!

A cerveja, em comparação com outras bebidas, é mais calórica, mas o problema não está só nela, mas nos petiscos que normalmente antecedem a ceia. Então, é necessário evitá-los, ou como já dito, escolher os menos gordurosos.

As cervejas que levam somente puro malte são consideradas a melhor opção para quem deseja tomar uma cerveja com moderação, sem prejudicar a dieta. Isso porque, sua única fonte de açúcares é o malte de cevada, diferente do que ocorre quando são utilizados cereais não maltados (como, por exemplo, o arroz e o milho). Para fazer uma boa escolha, a dica é procurar por cervejas que tenham o menor número de ingredientes no rótulo, mais especificamente: água, malte e lúpulo, evitando, também, cervejas que utilizem aditivos químicos. O malte é rico em vitaminas, além de minerais como o potássio que auxilia a pressão artéria a se manter regula, com o relaxamento dos vasos sanguíneos. Auxilia também os músculos, previne diabetes e anemia, por possuir ácido fólico. Ademais, os flavonoides presentes no malte podem até ajudar na redução de peso. Isso foi constatado num estudo sobre uma dieta mediterrânea que inclui 330ml de cerveja por dia.  O resultado mostrou que tal dieta ajudou a reduzir o colesterol e triglicerídeos. Embora não tenha ficado clara a contribuição da cerveja para tanto, necessário reconhecer que se não ajudou, também não prejudicou a perda de peso.

A Organização Mundial da Saúde, inclusive, diz que o equivalente a uma latinha para mulheres e duas para homens por dia não é prejudicial. Então, não coloque a culpa em uma cerveja.

Bem, é necessário algum esforço para não sair da linha, por isso, aí vão algumas dicas:

Hidrate-se. Intercale o consumo de bebida alcoólica com o de água. Com a cerveja não é diferente. Intercalar cada copo da bebida com um de água lhe dará saciedade e o resultado é o controle da ingestão de cerveja. Além disso, o álcool é diurético e em excesso pode causar desidratação.

Valha-se da música nas festas e dance. Sim, aproveite o clima de alegria e descontração e movimente-se. Gaste energia para auxiliar seu metabolismo a queimar as calorias consumidas com a cerveja.

Para controlar o consumo e garantir a moderação aprecie cada gole lentamente. Quanto mais tempo a bebida levar para ser processada pelo fígado, mais chance de o ponteiro da balança não subir.

Não se iluda com a cerveja light. O baixo teor alcoólico faz aumentar o consumo e isso leva ao aumento de calorias.

Consuma bastante proteína magra, como aves, peixes e carnes sem gordura. Os alimentos ajudam a promover saciedade e controle dos níveis de álcool no sangue. Além disso, a proteína é eficaz na diminuição da taxa de absorção e no aumento da taxa de eliminação de álcool.

Outra medida que pode ajudar: compense na academia os excessos cometidos no Natal e Ano Novo e garanta a queima de eventual consumo de calorias extras.

É necessário fazer exercícios que tenham longa duração e baixa intensidade, assim como os de curta duração e de alta intensidade. São esses treinos que vão conseguir acelerar o metabolismo por horas, mesmo depois do treino. Esta é outra dica capaz de compensar as calorias ganhadas depois da cerveja.

Não deixe de acessar deliciosas receitas de Natal, harmonizadas com cerveja artesanal!

Os exercícios cardiovasculares são muito indicados para manter o metabolismo em pleno funcionamento. Em um estudo, pesquisadores descobriram que depois de 45 minutos de um treino de bicicleta as pessoas eliminaram 190 calorias acima de sua taxa metabólica, após 14 horas do treino. Por outro lado, uma explosão pequena de exercício intenso pode ajudar a queimar 200 calorias a mais ao longo do dia. Então, arranje um tempo para a malhação, transpirar por alguns minutos é melhor do que nada!

O estresse, além de outros males, pode causar a desaceleração do seu metabolismo. O hormônio do estresse, o cortisol, quando em níveis muito altos, inibe a habilidade do corpo de queimar gordura. Tire alguns momentos, entre uma cerveja e outra, para respirar profundamente e isso ajudará a manter o seu metabolismo em funcionamento.

Nos dias das Festas não pule refeições. Seu organismo pode entender que a falta de alimentação pede que ele armazene mais calorias quando é alimentado. Manter os níveis de açúcar no sangue irá manter o seu metabolismo funcionamento de maneira apropriada.

Por fim, aproveite e brinde com uma boa cerveja artesanal!

Feliz Natal e que 2020 seja de muita prosperidade!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *